Dermatologia

Cuidados da pele e pelos do seu animalzinho

A pele é a barreira anatômica e fisiológica entre o organismo e o meio ambiente, promovendo proteção contra injurias físicas, químicas e microbiológicas. É sensível ao calor, frio, dor, prurido e pressão.

Justamente por ser um órgão tão exposto o tegumento sofre várias agressões, refletindo na casuística das clínicas e hospitais veterinários grande parte do atendimento destinado a casos de dermatologia.

A dermatologia é a especialidade que se ocupa das doenças cutâneas que envolvem a pele os anexos e orelhas.

A pele é o maior e mais visível órgão do corpo e apresenta um padrão de reação próprio. O tecido cutâneo reflete a saúde interna do organismo e ao mesmo tempo o ambiente ao qual o animal é exposto.

Diversas funções e propriedades são atribuídas ao tecido cutâneo como:

  • Barreira de proteção
  • Movimento e forma do corpo promovendo flexibilidade, elasticidade e tonicidade
  • Produção de anexos (pelos, unhas e camada córnea da epiderme)
  • Regulação da temperatura
  • Armazenamento de eletrólitos, água, vitaminas, gorduras, carboidratos, proteínas e outros materiais
  • Indicador da saúde geral e doenças internas
  • Imunorregulação
  • Pigmentação
  • Propriedades antimicrobianas e antifúngicas
  • Percepção sensorial (toque, pressão, dor, coceira, calor e frio)
  • Secreção (transpiração e produção sebácea)
  • Excreção (toxinas)
  • Produção de vitamina D

Inúmeras causas podem comprometer as funções da pele e ocasionar doenças as quais geralmente se manifestam como:

  • Prurido (coceira)
  • Eritema (vermelhidão)
  • Seborreia (caspa)
  • Hipotricose (redução dos pelos)
  • Alopecia (ausência de pelos)
  • Lesões cutâneas
  • Mau odor
  • Alterações de pigmentação
  • Meneios de cabeça (balançar lateralmente)

As principais dermatopatias que acometem cães e gatos podem ser classificadas de acordo com sua etiologia e algumas podem ser transmitidas para os seres humanos (dermatozoonoses).

Para o adequado diagnóstico e tratamento das doenças de pele, a avaliação com um profissional especializado é indicada, e, muitas vezes, exames complementares são necessários:

  • Otoscopia
  • Luz de Wood
  • Parasitológico do raspado de pele e secreção auricular
  • Citologia de pele e secreção auricular
  • Coleta de fragmento de biópsia e análise histopatológica
  • Cultura fúngica e bacteriana
  • Testes alérgicos
  • Dosagens hormonais

Em alguns casos, exames para a avaliação de órgãos internos e pesquisa de doenças sistêmicas que possam estar envolvidas com o quadro dermatológico podem ser indicados, como exames de sangue e imagem (raio x, ecografia).

O tratamento das doenças de pele é realizado conforme a causa e os sinais clínicos observados em cada caso. Os retornos são importantes para a avaliação da evolução da doença após o início do tratamento e para o acompanhamento daqueles animais que necessitam de terapias a longo prazo, como, por exemplo, doenças alérgicas crônicas e doenças autoimunes.