Eletrocardiograma

Exame que avalia a atividade elétrica cardíaca do seu pet

Dentro da medicina veterinária, a análise da atividade elétrica cardíaca dos animais tem sido cada vez mais requisitada.

As duas principais indicações da eletrocardiografia são a avaliação do ritmo cardíaco e a avaliação pré-anestésica. Outras indicações são o acompanhamento da terapia antiarrítmica, investigações complementares de cardiopatias e de algumas alterações sistêmicas em cães e gatos.

A incidência de problemas cardíacos em animais tem crescido nos últimos anos. Isso ocorre devido ao aumento da expectativa de vida, ao maior conhecimento e acesso da população às principais doenças e à maior diversidade e acuidade dos equipamentos disponíveis para diagnósticos.A exemplo do que acontece na medicina, é frequente o encaminhamento de animais para a avaliação eletrocardiográfica, especialmente daqueles acima de 5 anos de idade. A partir de então os acompanhamentos de rotina poderão ser feitos para que, na evidência de alguma alteração em relação ao exame basal, o exame clínico possa intervir precocemente.

Os principais sinais indicativos de arritmia são:

  • Cansaço fácil;
  • Dispnéia;
  • Cianose de mucosa oral/ocular/gênito-urinária;
  • Pulso irregular;
  • Desmaios;
  • Síncopes.

Procedimentos realizados pelo serviço de Eletrocardiografia:

  • Exame eletrocardiográfico: o eletrocardiograma é um exame de fácil obtenção, rápido e indolor. Consiste na colocação de eletrodos do tipo “jacarés” nos membros e região torácica dos animais. Os eletrodos são umedecidos com álcool para que ocorra a condução elétrica existente naturalmente na superfície corpórea. O paciente permanece deitado em decúbito lateral direito e é monitorado por cerca de 3 minutos, o que possibilita vários registros das 10 derivações de forma simultânea.